Sobrevivência na selva

Já que o assunto é comer carne, vou contar para vocês da visita que fiz ao meu padrinho e pediatra (sim, eu tenho um pediatra e terei para sempre) na semana antes de viajar. Eu fui lanchar na casa da minha tia para o seu doutor me dizer todos os remédios que eu preciso para sobreviver na selva. Eu queria mesmo era vermífugo, mas ele disse que isso não da pra receitar antes da pessoa ter verme.

Para quem não sabe, eu sou alérgica ao mundo, então todos estão com medo de eu morrer no meio da floresta de choque anafilático. Ou seja, eu trouxe um estoque de antialérgico (“calcular um comprimido por dia”) e um monte de outras coisas, tipo paracetamol, remédio para vômito, para diarréia e para constipação e etc…

Outra preocupação de todos é o que eu vou comer. Comprei um monte de barrinhas de cereal e de proteína. Compacto e nutritivo. Mas não da para eu comer só isso durante um mês inteiro. Eu estava torcendo para ter bastante frutas e legumes na escola (agora já sei que não tem), mas mesmo assim o meu tio fez questão de fazer uma listinha dos pode/não pode das coisas que o povo come por aqui.

Pode:

  • Rã – muito nutritivo
  • Peixe
  • Castanha do Para
  • Castanha de Côco – tem muito colesterol mas não mata ninguém em alguns meses
  • Formiga – muito nutritivo

Não pode:

  • Javali – primo do porco e se eu comer porco eu tenho infecção alimentar por uma semana, diarréia, vômito, fica saindo porco por tudo quanto é lado.
  • Queixada – não lembro o que é
  • Cateto ou catetu – não lembro o que é
  • Paca – prima do porco, mesma historia do javali
  • Cotia
  • Tatu – a carne é cheia de vermes e outras coisas ruins
  • Macaco – mesma historia do tatu

Peçam junto comigo ao deus dos vegetarianos que eu não me perca no meio da floresta e que teu tenha vegetais em abundancia para não precisar apelar para essas coisas (mesmo peixe e rã – Eca!) para não ficar desnutrida. Mas também ficar desnutrida por um mês não mata ninguém, né?

Ontem no almoço na casa do Marcelo, eu peguei um ovo de dentro da caldeirada de peixe e botei um caldinho de peixe em cima do meu arroz para ir me acostumando com o gosto de peixe, au cas où. Mas não vai rolar. Quando eu estava comendo, nem estava tão ruim assim, mas depois ficou aquele ranço na boca – arg! Tive que jogar uma coca-cola (que eu não bebo e não gosto) por cima e umas gotinhas de óleo essencial de menta para ver se saia e para ajudar na digestão. Eca! Péssima idéia essa do ovo e do caldinho. Acho que morro de fome, mas não consigo comer carne (nojinho!).

Anúncios

Sobre isisvalle

New media journalist, digital inclusion researcher and nutritionist to be.
Esse post foi publicado em Português e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Sobrevivência na selva

  1. Edu Élleres disse:

    Realmente a sua alimentação por aí me preocupa muito, namorada. É uma pena que vc não tenha conseguido tolerar o caldo de peixe, mas era de se esperar. Dedos cruzados e veremos o que a selva lhe traz nesse departamento, anjinho! ^^

  2. Izabela Araújo disse:

    Amiga, isso é muito EU. kkkkkkkkk
    Você foi muito corajosa de colocar esses caldos de bichos mortos no prato.
    Eu estaria chupando caule, comendo folha de bananeira, essas coisas. Eu não duraria um mês, na certa. Voltaria cadavérica!
    Como está a pesquisa???

    • isisvalle disse:

      O que é muito você?
      Cara, péssima idéia essa do caldinho… como eu ja disse no post mesmo! Aquele ranço, aquela gordura na boca depois… eca!
      Ta todo mundo dizendo que euvou secar la na escola, vamos ver….
      A pequisa ta avançando bem legal e agora estou mais tranquila pois ja estou com a subida pra escola confirmada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s